Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Reitoria > Programas Especiais > PRONATEC > Alunos participam de aula inaugural do curso de Secretaria Escolar do Ifac
Início do conteúdo da página
PRONATEC

Alunos participam de aula inaugural do curso de Secretaria Escolar do Ifac

Cerca de 200 profissionais não docentes irão realizar o cursos em Rio Branco

  • Publicado: Segunda, 04 de Setembro de 2017, 08h23
  • Última atualização em Segunda, 04 de Setembro de 2017, 13h48
imagem sem descrição.

As atividades do curso técnico em Secretaria Escolar, ofertado pelo Instituto Federal do Acre (Ifac), por meio do Programa Indutor de Formação Profissional em Serviço dos Funcionários da Educação Básica Pública (Profuncionário), tiveram início na última sexta-feira (01.09), com a realização de aula inaugural, no auditório da Secretaria de Estado de Educação.

O evento, que contou com a participação dos novos alunos, que são trabalhadores não-docentes que atuam nas escolas estaduais de Rio Branco, foi também a oportunidade para conhecer os representantes da Diretoria Sistêmica de Projetos Especiais do Ifac – responsável pela oferta – coordenadores do curso, diretores dos campi Avançado Baixada do Sol e Rio Branco, como também os demais estudantes.

Coordenadora de Ensino Superior e Educação a Distância da Secretaria Estadual de Educação, Erica Vasconcelos das Neves, destacou a importância da capacitação para os profissionais. Segundo ela, a qualificação dos trabalhadores que não atuam dentro de sala de aula também é necessária para a ampliação de melhorias nas unidades de ensino.

“A Secretaria considera muito importante esta capacitação, pois todos que estão na escola são profissionais da educação. Quanto mais qualificadas estas pessoas forem, melhor será o resultado das ações voltadas para nossos alunos. A qualificação é fundamental para este processo de melhoria da educação no estado do Acre”, ressaltou Erica Neves.

Coordenadora do curso técnico em Secretaria Escolar, Pabla Silva, destacou que além de promover a capacitação, o curso também contribui para a ampliação da identidades dos profissionais que atuam nas escolas. “Com o Profuncionário estes alunos criam uma identidade como profissionais da educação. Pois eles têm a ideia de que por não serem professores, não fazem parte da escola. Porém com o Profuncionário, eles passam a se identificar como parte fundamental da escola, perceber que possuem saberes e passam a contribuir para a construção de uma escola melhor”.

Outro aspecto destacado por Pabla Silva é a valorização do profissional. De acordo com ela, com os conhecimentos repassados durante o curso, estes servidores passam a ser ainda mais valorizados, como também começam a cobrar mudanças na unidade de ensino que atuam, passam a exigir maior participação no planejamento da escola. “Queremos que eles descubram que a voz deles também pode ser ouvida dentro da escola e que eles fazem parte destas unidades de ensino”.

De acordo com a coordenadora do Profuncionário no Ifac, Arteme da Costa Vasconcelos, o objetivo do programa é a valorização e a capacitação de profissionais não-docentes que atuam na área de Educação. Segundo ela, a criação do Profuncionário é resultado de muita luta dos trabalhadores da área, juntamente com representantes sindicais. No Acre, para que a demanda seja identificada, o Ifac tem feito parceria com a Secretaria de Estado de Educação.

“A demanda é identificada pela Secretaria de Educação que, junto com os sindicatos, divulgam o programa, nos trazem listas, identificam os profissionais nas escolas e quais as áreas precisam da capacitação. Feito isso, o Ifac faz a solicitação junto a Setec para liberação da oferta do curso. Este ano, o Profucionário passou a ser ofertado pelo Pronatec. Com seletiva, que ofertou 200 vagas para o município de Rio Branco, o curso tem agora seu início nos campi Avançado Baixada do Sol e Rio Branco.

Arteme Vasconcelos ainda destaca que o curso técnico em Secretaria Escolar já era um anseio dos profissionais e reforça que, com a liberação de novas vagas pela Setec, a expectativa é de que outros municípios do Acre também recebam o programa.

“Os alunos ansiavam por essa oportunidade, pois o que eles desenvolvem atualmente nas escolas são frutos de uma aprendizagem prática. É no dia a dia que eles vão ganhando estas competências. Com o Profuncionário queremos que eles tragam suas experiências e que pelo conhecimento já sistematizado possam fazer as adequações necessárias e melhorar a prática dentro das escolas”.

Profuncionário

O Profuncionário é o Programa Indutor de Formação Profissional em Serviço dos Funcionários da Educação Básica Pública, em habilitação compatível com sua atividade educativa, na modalidade da Educação a Distância (EAD). Obedece ao disposto no artigo 61 da Lei de Diretrizes e Bases nº 9394/1996, conforme a Lei nº 12.014/2009 e ao disposto no parágrafo único do art. 62-A da Lei de Diretrizes e Bases, por meio do qual a profissionalização tornou-se direito de todos os funcionários da educação.

O perfil profissional do técnico em Secretaria Escolar é constituído por conhecimentos, saberes, princípios, valores e habilidades que o credenciam como educador escolar. Para a formação desse perfil o curso disponibiliza um conjunto de atividades teórico-práticas, investigativas e reflexivas que contribuem, sobremaneira, para que esses educadores se qualifiquem como pessoas, como cidadãos e como gestores de secretaria escolar, segundo a proposta político-pedagógica construída à luz do Parecer CNE/CEB nº 16/2005.

Fim do conteúdo da página