Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Campus Cruzeiro do Sul > Estudantes e docentes realizam a primeira etapa do projeto Aquamirim
Início do conteúdo da página
Campus Cruzeiro do Sul

Estudantes e docentes realizam a primeira etapa do projeto Aquamirim

Atividades foram desenvolvidas na Colônia de Pescadores Z1, em Cruzeiro do Sul

  • Publicado: Quarta, 18 de Dezembro de 2019, 11h17
  • Última atualização em Quinta, 19 de Dezembro de 2019, 14h41
imagem sem descrição.

(Fotos e textos: Márcia Simões - Campus Cruzeiro do Sul/Ifac)

Estudantes e docentes do campus Cruzeiro do Sul realizaram a primeira etapa do projeto de extensão “Aquamirim”. As atividades, que foram desenvolvidas na Colônia de Pescadores Z1, no dia 07 de dezembro, foram coordenadas pela docente Márcia Simões e contaram com a colaboração do professor Ellan Rodrigo e participação dos estudantes do curso técnico em Recursos Pesqueiros, Sunamita Alencar Alves, Erlene de Souza Carneiro, João Lucas Correa de Souza e Emilson da Silva Cavalcante.

O projeto, que tem como objetivo a formação de cidadãos comprometidos com o ambiente aquático, pretende ainda levar educação ambiental para filhos(as) de pescadores artesanais da Colônia Z-1 por meio do aquarismo.

Conforme explica a docente Márcia Simões, a primeira fase do projeto contou com a explicação de conceitos sobre a biologia e anatomia dos peixes. Além disso, pequenos aquários foram utilizados como meio para que as crianças desenvolvessem noções de responsabilidade com a água e a vida aquática, e de capacitá-las na construção e decoração de aquários.

Outro ponto importante do projeto, segundo Márcia Simões, foram os conhecimentos repassados às crianças. Durante as atividades foi possível fazer com elas compreendessem que a água é um recurso escasso no planeta e que o uso irresponsável desse recurso pode prejudicar a sobrevivência de muitos seres vivos. Além disso, as crianças ainda confeccionaram cartazes que demonstraram o que é um “rio sujo” e um “rio limpo”, como também criaram, a partir de tampinhas de garrafas pet, um peixe bem colorido.

Veja aqui mais fotos do projeto Aquamirim

“São ideias assim que despertam o interesse da criança sobre a importância da preservação ambiental e as possibilidades de reaproveitamento do lixo reciclável e os efeitos positivos deste tipo de ação para o meio ambiente”, reforçou a coordenadora do projeto de extensão.

De acordo com professor Ellan Rodrigo, “a iniciativa aproximou as crianças de uma forma diferente ao fascinante mundo do aquarismo, por meio da interação com peixes e seu habitat. Manter um aquário em casa torna-se não é apenas um hobby mas também uma fonte constante de aprendizado de crianças. Com tantos problemas ambientais que o planeta vem passando, causados pela sociedade, existe uma expectativa de que as crianças compreendam e mudem o atual cenário da natureza”, finalizou.

Fim do conteúdo da página