Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Campus Sena Madureira > Estratégias e avaliação de ensino aprendizagem é tema de oficina no campus Sena Madureira
Início do conteúdo da página
Campus Sena Madureira

Estratégias e avaliação de ensino aprendizagem é tema de oficina no campus Sena Madureira

Parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Dom Bosco oferece oficina voltada para o processo de ensino aprendizagem de pessoas com deficiência e/ou transtorno

  • Publicado: Segunda, 12 de Março de 2018, 06h41
  • Última atualização em Quarta, 14 de Março de 2018, 08h45
imagem sem descrição.

O Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Específicas (Napne) do Instituto Federal do Acre (Ifac) Campus Sena Madureira, realizou nesta segunda-feira (12.03) a Oficina Processo de Ensino Aprendizagem das pessoas com deficiência/transtorno, para docente e técnicos da unidade.

A atividade é resultado de parceria com o Núcleo de Educação Inclusiva da Secretaria de Estado de Educação (SEE) e com o Centro de Atendimento Educacional Especializado Dom Bosco e teve como objetivo oferecer aos servidores o conhecimento sobre as estratégias metodológicas e de avaliação para acessibilidade curricular dos alunos com deficiência e/ou transtornos.

A oficina foi realizada em dois momentos, pela manhã e à tarde. Pela manhã ocorreu esclarecimentos sobre a proposta da oficina, abordando os temas propostos e, logo em seguida, foi realizada uma dinâmica com o tema “A viagem”, onde foi possível abordar os desafios e potencialidades de lidar com os alunos com necessidades específicas.

No período da tarde, foi realizado uma nova dinâmica com tema “Vivência: Como me comunico com meu par”. E por fim, houve uma Apresentação da Fundamentação Teórica. Participaram como moderadoras da oficina a profa. Marilu Palma, professora Formadora do Núcleo de Capacitação do Centro de Ensino Especial Dom Bosco, e a profa. Rosângela Maria Soares de Melo, responsável pelo Assessoramento Pedagógico, e o estagiário Mauricio Ferreira de Araújo.

A coordenadora do Napne, Arielly Dayane Lima Ribeiro, destacou a importância da realização da oficina. “A oficina foi de fundamental importância para o crescimento profissional dos servidores do campus. Era algo que já estávamos planejando a algum tempo e assim superou as expectativas”.

Segundo a técnica em Assuntos Educacionais, Lívia Hoyle, a oficina proporcionou aos servidores um novo olhar com relação as múltiplas deficiências e a forma como contribuir no processo de planejamento pedagógico. “Foi um dia de muito aprendizado e novas experiências”.

(Com informações e fotos do campus Sena Madureira)

Fim do conteúdo da página