Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Reitoria > Ensino > Professores do Ifac publicam capítulo em livro sobre desafios na educação
Início do conteúdo da página
Ensino

Professores do Ifac publicam capítulo em livro sobre desafios na educação

eBook Contradições e Desafios na Educação Brasileira 3 está disponível para acesso gratuito no site da Atena Editora

  • Publicado: Sexta, 12 de Julho de 2019, 12h30
  • Última atualização em Sexta, 12 de Julho de 2019, 12h37

Professores do Instituto Federal do Acre (Ifac) tiveram um estudo sobre o trabalho feito com uma aluna deficiente visual publicado no livro Contradições e Desafios na Educação Brasileira 3, lançado em junho, pela Atena Editora. O livro reúne relatos e pesquisas com os temas “Interdisciplinaridade e educação” e a “Educação especial, família, práticas e identidade”.

O livro disponível gratuitamente no formato de eBook, conta com o capítulo 18 intitulado “O desafio do professor diante do processo de inclusão no Ifac: Reflexões sobre o ensino-aprendizagem de Língua Espanhola mediado pelo Sistema Braille”. O capítulo contém estudo de autoria dos docentes do Ifac, José Eliziário de Moura, Paulo Eduardo Teixeira e Erlande D’Ávila do Nascimento. O trabalho é focado nas novas tecnologias assistivas para auxiliar o ensino de língua estrangeira para deficientes visuais. 

Acesse o ebook disponível no site da Atena Editora

O capitulo relata as ações do cotidiano escolar de uma aluna deficiente visual do curso técnico de Biotecnologia do Ifac campus Xapuri. Segundo o professor Erlande, “Considerando os resultados das duas avaliações bimestrais, verificou-se a importância de se trabalhar o desenvolvimento do ensino-aprendizagem dessa discente com cegueira, partindo da inter-relação escola/família no contato e no diálogo com a mãe da discente”. O estudo de caso foi realizado em 2016.

De acordo com o docente, depois de traçado um plano estratégico, foram detectados os problemas e dificuldades de aprendizagem da aluna cega e, em seguida, o grupo de profissionais, envolvendo professores e coordenadores promoveu atividades favoráveis ao desempenho da discente, alcançando um patamar desejável.

A pesquisa ressalta, ainda, reflexões sobre o sucessivo avanço no processo de ensino-aprendizagem em língua espanhola mediado pelo sistema de escrita e leitura Braile no período acompanhado pelos professores e gerado pela inter-relação entre a escola e a família. 

registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página