Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Reitoria > Pesquisa > Pesquisa sobre consumo de carne bovina em Sena Madureira é publicada em livro
Início do conteúdo da página
Pesquisa

Pesquisa sobre consumo de carne bovina em Sena Madureira é publicada em livro

Produção animal 2, publicado pela Atena Editora está disponível para download gratuito na internet

  • Publicado: Segunda, 10 de Junho de 2019, 17h01
  • Última atualização em Quarta, 19 de Junho de 2019, 18h07

No período de agosto de 2017 a agosto de 2018, a estudante de Bacharelado em Zootecnia, Rafaella de Almeida e os docentes Naje Clécio da Silva e Hudson Veras realizaram uma pesquisa sobre o consumo de carne bovina no município de Sena Madureira. Os resultados desse trabalho foram publicados em um capítulo do livro Produção animal 2, pela Atena Editora. O livro está disponível para download gratuito no site da editora.

Segundo o professor Naje Clécio, a pesquisa foi realizada com o objetivo de analisar qual a carne mais consumida pela população de Sena Madureira e quais os motivos que influenciam tal consumo. Os pesquisadores ainda colheram informações sobre o perfil dos consumidores para identificação dos cortes preferidos. A partir da análise de dados de área, eles puderam comparar o consumo de carne nos diferentes bairros do município. A pesquisa de campo foi feita nos 25 bairros do município e apresentou uma amostragem de 400 pessoas entrevistadas.

“Esta pesquisa torna-se importante porque nos permitiu verificar se o mercado local atende as preferências dos consumidores, tanto na questão do custo quanto na qualidade da carne, que são aspectos levados em consideração pelos consumidores”, comentou o docente.

A pesquisa revelou que a carne mais consumida pela população do município é a carne bovina. Entre os motivos está a questão cultural e a predominância da pecuária na região, o que torna a carne bovina mais acessível. Ainda de acordo com a pesquisa, os resultados demonstraram que os cortes mais consumidos são alcatra e bisteca. Outro dado interessante revelado pelo trabalho é que o fator renda socioeconômica não influencia o consumo que permanece constante, independente da renda da pessoa e do preço do produto, considerado caro pelos consumidores.

Para a acadêmica Rafaella de Almeida que está no 8º período de Zootecnia, “A pesquisa foi de grande importância para que eu pudesse ampliar meus conhecimentos na área científica, além de proporcionar minha participação no 28º Congresso Brasileiro de Zootecnia, no ano passado em Goiânia. Os resultados da pesquisa também foram apresentados no VII Seminário de Iniciação Científica no II Congresso de Ciência e Tecnologia do Ifac - campus Sena Madureira, no qual o nosso trabalho foi selecionado como destaque. Por tudo isso, foi uma honra ter recebido o aceite do artigo para ser publicado no capítulo de um livro, que é uma forma de reconhecimento da qualidade do trabalho e é gratificante para todos os autores envolvidos ver que todo empenho depositado sobre a pesquisa gerou resultados satisfatórios”.

O projeto de pesquisa foi apoiado pela Pró-Reitoria de Pesquisa do Ifac, por meio do edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic).

Com informações do campus Sena Madureira

registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página